Pajozinhos: Kim
Mostrar mensagens com a etiqueta Kim. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Kim. Mostrar todas as mensagens

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Review dos Pajo #4
Estas férias decidimos experimentar um hotel para cães durante os 5 dias em que fomos para Melides.

Como a Bia começou a ficar adoentada no início das férias, ainda pensámos se seria melhor não ir para Melides, mas, como ela já tinha sido vista por uma médica e já estava medicada, decidimos ir assim de um momento para o outro.
Como íamos apenas 5 dias, pensamos que seria o momento ideal para experimentar um hotel para cães uma vez que nem sempre eles podem ir connosco.

Escolhemos a SweetPet porque tinha boas críticas. Ligámos para averiguar se tinham vagas para o Bock e a Kim. Fizeram-nos bastantes questões relativamente à personalidade de cada um e como são com outras pessoas e cães. Isto porque normalmente eles fazem uma avaliação antes da estadia mas neste caso era muito em cima para conseguir fazer.
Lá explicamos que o Bock é muito tranquilo e a Kim mais reguila e mexida mas que ambos se dão muito bem com outros cães.

Explicaram-nos que era necessário preencher um questionário online. Ficámos bastante admirados (pela positiva) com a especificidade das questões. Desde a quantidade da comida, a alergias, medicamento a tomar... enfim, tudo o que possam imaginar, estava naquele questionário.

Confesso que antes de ligarmos pensei " bom estamos a meio de Setembro, devem ter imensas vagas" mas a verdade é que quando lá chegámos estavam bastantes cães, o que é sempre bom sinal numa altura em que a maioria das pessoas já regressou de férias.

Ainda ficámos um pouco de pé atrás quando os entregamos porque não foi possível vermos as instalações onde eles iriam dormir para não destabilizar os outros cães. O que eu até percebo, mas não deixa de ser um pouco angustiante porque íamos lá deixar os nosso meninos.

Para que eles se sentissem mais "em casa" levámos a transportadora onde eles costumam dormir. Como é grande, eles gostam de dormir os dois juntos lá dentro, é o género de uma casota. Por isso pedimos para os deixarem ficar juntos a dormir. Para além disso fizemos os típicos pedidos de quem tem bulldog francês:

  • Não os deixar ao sol muito tempo;
  • Se tiver muito calor, mantê-los dentro das instalações;
  • Pará-los caso vejam que já estão muito cansados (os nosso não têm a noção que devem parar, correr até caírem para o lado).

E como pais que somos, o que fizemos nos dias seguintes? Ligámos para saber como eles estavam, claroooo. Foram sempre atenciosos a responder a todas as nossas perguntas de pais em pânico por deixar lá às crianças.

Resumindo, o Bock comeu e dormiu 😂 A Kim, como maluca que é, fartou-se de correr atrás dos outros cães mas não comia a ração toda.
Eu já tinha a noção de que ela iria sentir mais a nossa falta do que o Bock porque ele é mais independente. Ela é a nossa menina mimada.

Foi uma boa primeira experiência!

E vocês? Já experimentaram hotéis para cães? Se sim, quais?

sexta-feira, 9 de março de 2018

As alergias da Kim #4
Tendo em conta os resultados das alergias da Kim, a veterinária enviou-nos uma lista de rações que poderíamos dar à Kim:
  • Naturea Grain Free Atlantica
  • Naturea Grain Free Regional
Estas duas rações têm entre 27-30% de batata-doce, que mesmo assim é uma percentagem de batata menor do que a ração que a Kim estava a comer. Não tenho a certeza se a alergia que a Kim tem à batata, tem também é batata-doce, nos resultados apenas dizia batata e não havia nenhum teste relativo à batata-doce.
Tirando a batata, estas duas rações não têm mais nenhum dos ingredientes a que a Kim é alérgica. 

Idealmente a Kim deveria fazer uma alimentação caseira, o que também é uma hipótese a considerar tendo em conta o custo destas rações e da dieta BARF que a Kim está a fazer neste momento. Penso que será uma questão de experimentar e fazer as contas. 

A dieta que a veterinária indicou seria à base de peixe, quinoa e courgette com alguns temperos e condimentos. O que não parece muito complicado mas teríamos que o fazer todos os dias, o que com a rotina do dia-a-dia, com o trabalho e um bebé pode ser caótico. Basicamente seria fazer mais uma refeição para além da nossa e da Bia por isso seria mais fácil ser uma ração. Mas é algo que ainda temos que avaliar antes de tomar uma decisão.

Por agora a Kim continua com a dieta BARF e está muito melhor das alergias. 

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

As alergias da Kim #3
As alergias da Kim não estavam a melhorar e como tal decidimos fazer analises alimentares uma vez que a veterinária estava convencida que a alergia era alimentar.

Recebemos os resultados e é pior do que pensávamos. A Kim é alérgica a:

  • Soja
  • Arroz  
  • Ervilha
  • Batata
  • Milho
Agora quem tem cães já percebeu porque disse que era pior do que pensávamos, não é? Pois é,  Kim é alérgica aos principais constituintes das rações: arroz, batata e ervilha.

Neste momento, enquanto tentamos procurar uma ração que não tenhas estes ingredientes, a Kim está a fazer a dieta BARF (Biologically Appropriate Raw Food). Esta dieta não tem cereais, corantes, conservantes, ou qualquer ingrediente artificial. 
Assim que soubemos os resultados fomos comprar a BARF,  e na altura a que tinham para venda tinha batata-doce mas entretanto encomendamos sem batata e é o que a Kim tem estado a comer.

A verdade é que as alergias da Kim estão muito melhores, coçasse muito menos, as orelhas não têm feridas. Tem sido um descanso para ela e para nós que não a vemos aflita.

Entretanto estamos a tentar encontrar outra solução. Estamos a ver se encontramos outra ração que não tenha os ingredientes a que a Kim é alérgica ou fazer uma dieta em casa. Mas vamos ver, por agora ela está bem. O mais engraçado é a forma como ela come a comida. Ela não coloca na boca e trinca, ela lambe como se estivesse a beber água, o que como podem calcular demora imenso tempo e é super engraçado de ver. 

Já agora, se souber de alguma ração ou se tiver alguma dica, por favor, diga-nos.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

As alergias da Kim #2
A Kim continua com alergias, não tem sempre mas quando têm são muito fortes. Já conseguimos perceber que a Kim fica com alergia cada vez que vamos ao parque portanto pensamos que poderá ser de algum tratamento que colocam na relva. Isto é uma chatice porque eles adoram ir ao parque e sempre que está bom tempo vamos para lá.

De forma a aliviar as alergias, cada vez que vimos do parque, a Kim toma um banho. E sim, nós sabemos que os cães não devem tomar banho tantas vezes em tão pouco tempo mas do mal o menos.
Reparamos que depois do banho ela coça-se muito menos.

Na semana passada voltou ao veterinário porque durante a noite não deve ter parado de se coçar e acordou com as orelhas em ferida. Conclusão, tinha uma infecção na orelha pelo que teve de tomar uma injecção de cortisona para acalmar a comichão e está tomar uns medicamentos para ajudar.

A veterinária sugeriu que daqui a uns tempos, quando for maiorzinha, ela fizesse uns testes para sabermos ao que ela é alérgica. O Bock também fez este teste e é alérgico as algumas coisas como algodão, pele humana (sim eu sei, estranhoooo) e cordeiro. Sugeriu também que ela começasse a fazer acupunctura.

Ela estes dias tem estado melhor embora ainda a apanhe a coçar um pouco mas já nada como há uns dias atrás.
Vamos ver como corre. Agora, com a chuva, pode ser que o que lhe faz alergia desapareça e ela se sinta melhor. 

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

1 ano de Kim
A Kim fez 1 aninho no dia 11, está tão crescida mas continua a ter um focinho de bebé.

Costumam dizer que a idade é só um número e no caso da Kim é bem verdade. Continua a chuchar nas mantas para dormir, continua a fazer as necessidades em casa, continua a comer uma das necessidades mas pronto está na moda reciclar né?

Enfim, é uma luta para a Kim fazer o que tem a fazer na rua, não importa quantas vezes vá à rua ou quanto tempo ande na rua, ela raramente faz tudo o que deve na rua. Mas mal chega a casa pumbas xixi/cocó.

Costumamos dizer que ela é uma ninja, consegues fazer sem que nos vejamos mesmo que esteja na mesma divisão que nós. 
Esta tem-se tornado cada vez mais uma preocupação, sobretudo agora com a Bia porque não tarda muito vai começar a querer gatinhar, o que nos cria receio pelo facto de a Kim preferir fazer as necessidades em casa. Muitas vezes quando a vejo a fazer penso "e se quando a Bia gatinhar eu não vir que ela fez xixi/cocó", "e se por algum motivo o sítio não ficou bem limpo e a Bia vai andar com as mãos ali".

Também temos de estar atentos quando ela está perto da Bia para ter a certeza que ela não a lambe. Não é muito agradável ser lambido por um ser fofinho mas que come cocó.

No parque corre que nem uma louca atrás da Vicky como se a conseguisse apanhar, nunca desiste mesmo que já esteja com problemas em respirar. Temos que ser nós a pará-la para que possa descansar e normalizar a respiração. 

Adora andar atrás do Bock a mordiscar as orelhas, as bochechas e as patas para ele brincar com ela embora maior parte das vezes ele não queira. 

Ela tem que estar sempre ao pé de nós, se estamos na sala, ela está na sala, se vamos para a cozinha lá vai ela para a cozinha. 
No sofá tem que estar sempre colada ou muitas vezes em cima de nós para se sentir confortável. Quando quer dormir vai sempre aninhar-se no seu papá de 4 patas (Bock).

No fundo continua uma bebezolas 😁

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

O nosso sítio preferido
Nós adoramos ir ao parque, podemos correr, brincar com a bola, a Kim pode correr que nem uma louca atrás da Vicky. É tão divertido.

Quando entramos no carros já vamos todos animados porque sabemos que vamos ao parque.

Não podemos correr assim todos os dias, porque aqui ao pé de nós não há um sitio onde os nossos papás nos possam soltar durante a semana sem se preocuparem se vamos para a estrada.

Mas ao fim-de-semana tentamos aproveitar caso esteja solinho (sim porque não gostamos lá muito de água) para irmos até ao parque antes que venha a chuva.




quarta-feira, 25 de outubro de 2017

As alergias da Kim
Desde pequena que a Kim é muito propicia a alergias, já trocamos várias vezes a ração, tentamos retirar os brinquedos de plástico, tentamos tirar as mantas... enfim já tentámos mil e uma coisas mas continua a acontecer. Ela não tem uma alergia constante, há alturas em que não a vemos coçar e outras em que parece que não consegue parar 😖 Acaba por ficar cheia de feridas na zona das orelhas e axilas. 

O Bock chegou a fazer umas análises para sabermos quais as alergias que tinha, mas a veterinária diz que é muito cedo para a Kim fazer. Então não damos nada à Kim a que o Bock seja alérgico mas mesmo assim de tempos em tempos anda cheia de comichão. 

Já pensámos que poderá ser algo ambiental como as alérgicas sazonais uma vez que de um momento para o outro deixa de ter. 

Para minimizar o desconforto ela toma o Acalma sempre que tem mais comichão. Colocamos o colar isabelino para que não coce as orelhas e assim evitar que fique com feridas. Nas axilas, sempre que ela tem feridas colocamos Isaderm e resulta muito bem. 

Claro que o nosso objectivo é que a Kim deixe de ter alergias, até porque não é nada fácil para ela, mas por enquanto, enquanto não conseguimos resolver, tentamos remediar da melhor forma possível.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Como preparámos a chegada da nossa bebé
Com a chegada de um novo membro à família tudo muda e com um bebé ainda mais. São novas rotinas, a habituação, o cansaço..

Este acontecimento pode causar ansiedade na vida dos nossos cães porque avida deles também muda com a chegada de um bebé. 

O que tentamos fazer foi prepará-los para que quando a bebé vier para casa, as mudanças não sejam muitas. Então o que fizemos foi:


  • Restringir os espaço deles

Não, não os fechámos na dispensa. Simplesmente, aos poucos fomos limitando o acesso deles aos quartos e neste momento eles sabem que não podem entrar no corredor dos quartos.

Não é fácil, sobretudo para o Bock (no nosso mais velho) que de vez em quando apanha a porta encostada e, sem ninguém ver, escapasse para o quarto para matar saudades da cama onde tantas vezes dormiu.

Este privilégio não foi tirado de forma brusca, fomos retirando aos poucos. 
Passaram a dormir connosco menos noites seguidas, depois passámos a deixávamos irem para o quarto enquanto víamos uma serie mas na altura de dormir iam para a caminha deles. E aos poucos, passadas algumas semanas, deixámos de permitir que entrassem nos quartos. 

Começamos este processo numa fase ainda precoce da gravidez porque não queríamos que atribuíssem esta mudança à chegada da bebé. Assim, quando ela chegar, eles já estão habituados, a chegada dela não terá alterado isso.

  • Habituação aos novos objetos
Uma das primeiras coisas que compramos foi o carrinho, era o que iria ter maiores dimensões, e irá circular pela casa. 
Inicialmente eles estranharam, sobretudo a  Kim, mas agora, com o passar do tempo, é algo que já não lhes desperta interesse, já lhes é familiar.

  • O choro
Colocámos video de bebés a chorar para não estranharem o barulho. Claro que não será a mesma coisa, mas ao menos o tipo do barulho já não será totalmente desconhecido.


Estas foram as coisas que tentámos para que a vida deles não mude totalmente, claro que há coisas que não conseguiremos manter. 
Eles terão que se habituar que nos primeiros tempos iremos estar mais focados na bebé, o tempo de mimo deles será menor e que irão dividir a nossa atenção com outro ser. 



sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Kim - A Destruidora
Follow my blog with Bloglovin

KIM


Oláaaaa amiguinhoooos!!!!

Eu sou a Kim (se se lembraram da Kardashian têm toda a razão). 

Tenho 8 meses e vim aqui para casa com 2 mesinhos. 

Todos dizem que sou uma maluca, não sei porquê, eu só gosto de me divertir.

O meu passatempo preferido é roer, adoro adoro adoro. É tão bom aquela sensação nos meus dentinhos. Aiiiiiii, bom tenho que me concentrar para acabar de escrever isto. 

Eu sou filha do Bock, e gosto muito do meu papá. Adoro andar atrás dele e morder-lhe as orelhas, as patas, as bochechas... Ás vezes ele esconde-se mas eu encontro-o sempre. Há quem diga que ele foge de mim, mas eu não acredito nisso, eu sou adorável.

A minha irmã preferida é a Vicky, adoro-aaaaa. É igualzinha a mim, adoramos brincar, correr e roer. Podíamos brincar durante horas, mas os nossos papás não deixam, dizem que preciso de parar para respirar. Mas porque preciso de respirar? Brincar é muito melhor, não concordam?

Boooooom eu  queria continuar aqui convosco mas está ali um móvel com um aspecto deliciosoooooo. 

Lambidelas


Músicas (pouco) infantis #1

Bom, desde que fui mãe tenho tido muito tempo para ouvir, e ouvir e tornar a ouvir músicas infantis 😅 Mas há algumas que não sei como se...

@templatesyard